Notícias

Roda de Boteco 2008: o encontro da boemia capixaba

        O Roda de Boteco é o festival que revela o melhor da boemia capixaba. O evento premia bares e botecos de Grande Vitória com base nos quesitos tira-gosto, temperatura da bebida, atendimento e higiene. Neste ano estão participando 27 estabelecimentos, sendo que quatro deles participam com dois endereços, o que totaliza 31 participantes.

        O Roda de Boteco 2008 acontece entre os dias 15 de agosto e 21 de setembro. Os campeões desse ano serão revelados na festa Botecão, que encerra o evento com chave de ouro no dia 27 de setembro, na área verde do Álvares Cabral. O encontro conta com show de Dudu Nobre e outras atrações musicais.

        Bares e botecos foram diferenciados levando em consideração fatores como estrutura, serviço, informatização e uniformes, entre outros. A premiação será igual para as duas categorias, com primeiro, segundo e terceiro colocados.  Além de eleger as casas, o Roda de Boteco também vai premiar os melhores garçons, eleitos por voto popular.

        O Roda de Boteco teve sua primeira edição na Grande Vitória em 2005. Ao longo desses três anos, o evento, que está na quarta edição, se consolidou como um legítimo defensor da vida boêmia, pois resgata valores como simplicidade, integração social e disseminação cultural por meio de uma boa roda de conversa regada a comida gostosa e muita animação.

        O festival é uma realização da Ecos Eventos com apoio do Sindbares. O evento tem patrocínio do Sebrae, da Skol e da Cartões Dacasa; e apoio da Prefeitura Municipal de Vitória / Companhia de Desenvolvimento de Vitória (PMV/CDV); Secretaria de Turismo do Espírito Santo; e Sindbares/Abrasel.

Estabelecimentos participantes e seus petiscos:

BARES:

Abertura (Jardim da Penha e Praia do Canto, Vitória) – Cocoricó

Balacobaco (Praia do Canto, Vitória) – Embola Rabo

Bar Bacana (Praia do Suá e Bairro República, Vitória) – Porca Melada

Bar Colonial (Itapoã, Vila Velha) – Angu à mineira

Caranguejo do Assis (Itaparica, Vila Velha) – Batata do Assis

Ceará Bar (Jucutuquara e Mata da Praia, Vitória) – Bacalhau à Lei Seca (tem que ser escondidinho)

Concentração Bar (Jardim da Penha, Vitória) – Mini-gyozas ao molho shoyo

Divina Carne (Praia da Costa, Vila Velha) - Quarteto Divina

Família Spetacollo (Hortomercado, Enseada do Suá) - Cubos de Mignon ao Spetacollo

La Villa (Praia da Costa, Vila Velha) - Escudiguim ao molho de funghi com farofa de cenoura

Regina Maris (Itapoã, Vila Velha) – Escondidinho de camarão à Regina Maris

Sabor Gaúcho (Bairro República e Jardim da Penha, Vitória) - Costela no bafo com creme de aipim

BOTECOS:

Bar Caiana (Jardim Camburi, Vitória) – Ripa na Xulipa

Bar do Getúlio (Nossa Senhora da Penha, Vila Velha) – Pela Égua

Bar do Nico (Morada de Laranjeiras, Serra) - Costela na Água

Bar do Wagner (Jardim Camburi, Vitória) – Trio Mineiro

Bar do Zé (Santos Dumont, Vila Velha) – Escudiguim na Seca

Bar Zito (Praia da Costa, Vila Velha) - Dobradinha no feijão manteiga

Cabana da Praia (Praia da Costa, Vila Velha) – Batata Cabana

Cavalo de Tróia (Jardim da Penha, Vitória) - Bolinho do Tróia

Copa 70 (Jucutuquara, Vitória) – Delícia de Camarão

Dona Rosa Bar (Santa Fé, Campo Grande) – Espeto da Rosa

Faculdade da Cerveja (Tabuazeiro, Vitória) - Moquequinha de frango ao camarão

Garfo e Faca (Jardim Camburi, Vitória) – Asinha Chiquetosa

Kabeco's (Santa Lucia, Vitória) - Porpeta

Parakapá (Itapoã, Vila Velha) – Picanha do sol com purê de aipim

Show's Bar (Morada de Laranjeiras, Serra) - Prato Mineiro

menu
menu